Banho de sol Imprimir
Escrito por Blota Jr.   

Já ouvi falar de tudo sobre escritores. Inclusive que eles gostam do que escrevem.

Deve ser boato. Ou então eles são muito cretinos (os escritores). Ou então se enganam que gostam (ai já não são cretinos, são burros).

Isso aqui é um banho de sol. No banho de sol, o sujeiro não pode dizer que é forte, nem que é atleta. Como roupa, ainda pode. Ainda mais se o alfaiate ajuda.

Em literatura banho de sol é um lugar onde, em cada página, a gente tira uma peça de roupa. Não se pode mais dizer que tem talento depois que alguém lê o que a gente escreve.

Meu banho de sol. Ainda bem que quem me lê é meu amigo. Nem vê, nem sente que eu sou fraco. Mas não sou cretino: não gosto do que escrevo.

Nem burro: não me convenço a gostar.

Ah, se pudesse tormar banho de sol com uma gravata amarela!...

Esta é a primeira vez que "Tostão" aparece. Tipo do cachorrinho sem-vergonha. Depois disso, foi "creado" como personagem central de um livro para crianças: "História de um cachorrinho chamada Tostão". E além disso, metido como é, arranjei um jeito de figurar como rei, estadista e filósofo num outro livro.

Blota Jr.